Planaltina: quase 152 anos de história


A área onde hoje está situada Planaltina foi povoada muito antes da criação oficial de Brasília, em 1960. Ainda no século XVIII, expedições em busca de ouro foram responsáveis pela migração de pessoas para a região, que era chamada de povoado Mestre D’armas e que, posteriormente, foi anexada como território de Formosa. Não existem registros oficiais sobre a fundação da cidade. Por convenção, o aniversário de Planaltina é comemorado em 19 de agosto.

A pedra fundamental de Planaltina *Imagens do Site do GDF

Em 1955, uma comissão chefiada por Marechal José Pessoa Cavalcante delimitou a área em que seria instalada a nova capital do país. O quadrilátero do Distrito Federal foi definido com uma área de 5.814 quilômetros quadrados e se sobrepôs a três municípios goianos, um dos quais compreendia a área em que hoje está Planaltina, que teve seu território dividido em duas partes. As terras que ficaram de fora do DF hoje são conhecidas como Planaltina de Goiás ou Brasilinha.

Essa divisão oficial ganhou contornos pouco definidos na prática – e inúmeros habitantes da Planaltina goiana procuram emprego e acesso à saúde e educação na Planaltina brasiliense. A fraca sintonia entre o GDF e os administradores goianos nos últimos anos explica, em parte, os problemas que enfrentam os moradores das duas Planaltinas: falta de infraestrutura, insegurança, transporte público precário e o péssimo serviço oferecido pela rede pública de saúde – onde a espera por atendimento pode chegar até 12 horas.

Para além dos problemas, os moradores de Planaltina têm muito orgulho de viver em uma cidade repleta de tradição e de histórias para contar. A Via Sacra, encenada desde de 1973 no Morro da Capelinha, é uma das maiores festas religiosas do DF, reunindo todos os anos milhares de pessoas.

Planaltina conta ainda com diversos pontos turísticos, como o Morro do Centenário (onde estão localizados o marco da mudança da capital, a pedra fundamental, e o centro geodésico do Brasil), a Estação Ecológica de Águas Emendadas; a Barragem do Pipiripau; a Lagoa Bonita (localizada na estação ecológica Águas Emendadas); o Vale do Amanhecer; o Museu Histórico e Artístico de Planaltina (tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), entre outros.

Museu Histórico de Planaltina *Imagem do Site do GDF

Igreja de São Sebastião *Imagem do Site do GDF

E é nessa cidade com mais de 150 anos de história que a Redação Móvel vai morar na próxima semana. O que você acha que a equipe da RM deve conhecer em Planaltina? Deixe sua sugestão abaixo!

About these ads

Sobre Redação Móvel

Há quase dois anos, os moradores do DF conhecem um novo modelo de jornalismo comunitário. A Redação Móvel, do DFTV 1ª Edição, mostra o dia a dia da população e os problemas enfrentados pelos moradores de todas as regiões. Com a ajuda e participação direta da comunidade, cobramos soluções e fazemos as autoridades assumirem compromissos. Em janeiro deste ano, a Redação Móvel estacionou em Itapoã e deu início a um novo projeto para 2011. Nossa equipe morou durante uma semana na cidade e vivenciou a rotina dos moradores. Este agora é o nosso desafio: uma vez por mês, mostrar os hábitos, as dificuldades e as alegrias da população de cada cidade do DF.
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

6 respostas para Planaltina: quase 152 anos de história

  1. GILMAR MARCOS DOS REIS disse:

    Em primeiro lugar, Sejam Bem Vindos à Planaltina!

    O motivo do contato é para ratificar a informação da Pedra Fundamental, “A pedra fundamental de Brasília está localizada no Morro do Centenário a 1033 metros de altitude e 40.º e 30.º de latitude, a oeste do Rio de Janeiro.

    Para comemorar o centenário da Independência, em 7 de setembro de 1922, ao meio dia, o presidente Epitácio Pessoa faz assentar a pedra fundamental da futura capital do país a dez quilômetros Planaltina. Baseada no sonho de Dom Bosco, a pedra fudamental caracteriza o ponto central do Brasil, “entre os paralelos 15 e 20 graus” [1]

    fote: Wikipédia.

  2. fabiana disse:

    SEJAM BEM VINDOS À PLANALTINA!!!!!!!!!!!!

  3. Ana Laterza disse:

    Procurem a Simone Macedo, da Associação dos amigos do centro histórico! O pessoal tem muita coisa boa pra contar!

  4. Laercio disse:

    Bem Vindos !!
    Que tal visitar a feira de Planaltina, ela traz opções para compras de frutas e verduras frescas e variadas além de doces, queijos e mais… Só tem um ‘probleminha’ estão esquecendo de deixar aquela área limpa e agradável , lembrando tb que a quantidade de pessoas que se metem em brigas e bebedeiras ao longo da semana acaba desequilibrando o rotina, que pode ser melhor.
    Aproveitem a estada.

  5. Ricardo disse:

    A nossa cidade tem muita coisa boa, temos um chá colonial com doces,biscoitos e iogurte feitas no local, o local e chamado de chácara flórida, fica depois do vale do amanhecer seguindo sempre reto, passa pelo balão qudepois do vale do amanhecer e com atenção a esquerda fica a entrada.

  6. AURICELIA VIEIRA disse:

    Olá,

    Fico feliz por estarem compartilhando com o Distrito Federal a história da nossa cidade – Planaltina/DF. Como filha e moradora desta cidade solicito a equipe que faça uma reportagem com os atores da via sacra, acredito que eles podem contribuir… Se possível enfoquem na necessidade de maior atenção por parte do Governo no sentido de ajudar nossa cultura local a ser mais divulgada.
    Mas como nem tudo são flores, também gostaria de pedir que evidenciassem a necessidade do término das obras no Ginásio de Esportes (do lado da administração regional) que não ficaram prontas para receber o público na apresentação da via sacra, pois já faz 1 (um) ano…. para mim isto é uma falta de sensibilidade cultural e respeito com nossa população.

    Grande abraço,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s